Guia Cuidados de Rosto para Pele Oleosa

O nosso Guia de Cuidados de Rosto para Pele Oleosa ajuda-o a encontrar as melhores formas de equilibrar a produção de óleo da sua pele e mantém-na com um aspecto suave, mate e impecável.

Este tipo de pele produz demasiado sebo e à medida que a pele tenta respirar, os poros acabam por expandir. Os poros dilatados são uma porta aberta para as impurezas que levam a pontos negros e borbulhas. 

Encontrar o equilíbrio é fundamental, por isso não tenha medo de nutrir. A esfoliação diária, a tonificação contínua para manter a pele equilibrada e uma hidratação que permita à pele respirar são essenciais!

A pele é oleosa ao toque, tem tendência para brilhar ao longo do dia.

Não aguenta bem a maquilhagem pois a mesma parece que desliza do rosto.

Costuma ter borbulhas e pontos negros.

A pele fica congestionada com poros visíveis e abertos.

A pele oleosa envelhece bem, graças à produção excessiva de óleo que ajuda a manter a flexibilidade da pele.

A longo prazo será o tipo de pele com menos rugas e mais elasticidade.

Limpe sempre a pele duas vezes com um produto de limpeza à base de óleo, mesmo que não tenha usado maquilhagem.

Aplique uma máscara purificante uma vez por semana.

Não use loções com álcool para prevenir o brilho: remover totalmente o sebo diz à pele para produzir mais. É um círculo vicioso que tem mesmo que acabar!

Evite bases de cobertura muito pesada: elas ajudam a tornar os poros maiores e a pele mais brilhante ao longo do dia.

1º Passo: Limpar

Muitos acreditam que os produtos de limpeza com espuma são melhores para a pele oleosa, mas na verdade, os produtos de limpeza não-naturais com espuma podem estar a perturbar a camada protectora da pele e a sinalizar a pele para produzir ainda mais óleo. Retirar o sebo pode desencadear um ciclo em que a sua pele produz óleo a mais para compensar o que foi removido.

Mudar para um óleo ou gel de limpeza natural que emulsiona, ou seja, faz uma ligeira espuma quando em contacto com a água, pode ajudar a pele oleosa a ficar mais equilibrada e produzir menos óleo.

Tente desabituar-se do sentimento de que limpeza profunda é bom. Se a pele se estiver esticada após a limpeza ou com uma sensação de que necessita urgentemente de hidratante é porque a sua rotina de limpeza está demasiado intensa.

2º Passo: Exfoliar

A exfoliação é essencial para remover as células mortas da pele. Tendo em atenção para que não seja demasiado abrasiva, uma exfoliação suave ajuda a melhorar a absorção dos produtos que se aplicam de seguida, ao mesmo tempo que combate a formação de pequenas borbulhas e poros dilatados, eliminando as células mortas que se acumulam na superfície da pele.

3º Passo: Tratar

Se tem pele oleosa e ainda não usa um sérum, então a sua pele está a perder grandes benefícios. Os séruns têm texturas mais leves e aquosas que os hidratantes, penetram mais profundamente nas camadas da pele e são ideias para equilibrar e nutrir a pele oleosa, de dentro para fora.

4º Passo: Nutrir

Termine a sua rotina de beleza com um hidratante que nutra a sua pele, sem criar um excesso de óleo.

Rico em ácidos essenciais e em nutrientes, o hidratante certo proporciona conforto à sua pele e combate a desidratação, bem como as gorduras essenciais que a sua pele necessita para parar a produção excessiva de sebo.