Como mudar para Cosmética Natural e Orgânica

Postado em julho 23 2017

Como mudar para Cosmética Natural e Orgânica

POR ONDE COMEÇAR?

A tarefa de substituir os produtos para adoptar uma rotina mais natural e menos tóxica pode ser extenuante. O nosso primeiro conselho é: substitua um produto de cada vez. Se não sabe por onde começar, deixamos aqui algumas sugestões, começando pelos produtos que tipicamente são mais tóxicos e que têm maior impacto na nossa saúde.

1 - DESODORIZANTE

Uma das funções das axilas é facilitar a desintoxicação do nosso corpo. É essa a função dos nódulos linfáticos e as glândulas sudoríparas. Uma vez que a nessa zona do corpo é mais delicada e, no caso das mulheres, está sujeita a uma constante exfoliação provocada pela depilação, as axilas são mais susceptíveis à absorção de produtos tóxicos.

Os anti-transpirantes e desodorizantes contêm alumínio, disruptores endócrinos, potenciais carcinogénicos e uma série de outras toxinas, muitas delas escondidas no ingrediente "fragrância".

Deixar de usar um desodorizante tradicional e começar a usar um natural não é fácil. A habituação dos poros aos efeitos do alumínio e outras toxinas obriga o corpo a passar por um período de desintoxicação de quase 4 semanas, durante o qual a maioria das pessoas se deixa intimidar pelo aparente aumento da transpiração, desiste e volta aos desodorizantes tradicionais. Mas uma vez que este período de desintoxicação seja ultrapassado, o corpo adapta-se ao novo produto. A longo prazo, esta mudança traz muitos benefícios para a saúde.

Sugestão: Fine Deodorant Desodorizante Natural - Original

2 - PASTA DE DENTES

A boca tem uma grande capacidade de absorção directa de todo o tipo de substâncias. Uma das razões óbvias para deixar de utilizar pastas de dentes não naturais é o facto de que estão repletas de químicos e produtos tóxicos que potencialmente entram na corrente sanguínea. A esta questão problemática soma-se outra: todas as pastas de dentes "tradicionais" vendidas em grandes superfícies são testadas em animais. Por estes motivos, sugerimos alternativas menos tóxicas e mais amigas dos animais.

Sugestões: Stop the Water While Using Me Pasta de Dentes de Menta Selvagem e Escova de dentes de Bamboo

3 - RÍMEL

Quem é que nunca passou pela experiência altamente dolorosa de acidentalmente meter a escova do rímel no olho, enquanto está a tentar maquilhar-se à pressa de manhã? Por muito experientes que sejamos e por muito firmes que sejam as nossas mãos, acontece com muita frequência. E quando o rímel "derrete" (seja por má qualidade, contacto com água da chuva ou lágrimas) e começa a escorrer pela cara abaixo e entra nos olhos?

Ambas as situações são recorrentes, dolorosas e perigosas para a saúde, já que grande parte das fórmulas tradicionais de rímel são produzidas a partir de derivados de petróleo.

Felizmente já existem bastantes alternativas orgânicas, naturais e sem toxinas. Deixo aqui a nossa favorita do momento.

Sugestão: Lily Lolo Máscara de Pestanas

4 - BATOM

Há vários artigos e estudos com estimativas elaboradas das quantidades de batom que uma mulher ingere ao longo da sua vida. Há quem diga que é 1,5 kg, e há quem chegue a contabilizar até 3,5 kg. Estas estimativas contabilizam variações de mulher para mulher e factores como: se usa batom todos os dias, se tem o hábito de roer as peles dos lábios, se compra batons com sabores, etc. Mas seja qual for a quantidade, falamos do consumo de ingredientes que nem sequer são permitidos nos alimentos: corantes, petróleo, plastificantes, conservantes e "fragrâncias" potencialmente cancerígenas. Mais uma vez, com a existência de cada vez mais e melhores produtos naturais, justifica-se a ingestão de toxinas?

Sugestões: 

5 - CHAMPÔ E AMACIADOR

Dentro do reino dos produtos de beleza e higiene, os produtos para o cabelo são os que são mais carregados de ingredientes tóxicos. São também os que mais são sujeitos a testes em animais.

Os champôs naturais são menos agressivos para a pele e para o cabelo, uma vez que não contém sulfatos industriais e detergentes. Os amaciadores naturais são feitos à base de óleos e manteigas naturais, em oposição aos silicones e plastificantes (nenhum dos quais consegue realmente condicionar o cabelo) que aparentam suavizar e hidratar o cabelo. Na realidade, os amaciadores convencionais apenas proporcionam a sensação de um cabelo saudável, enquanto que o brilho que se obtém ao usar um amaciador natural é de um cabelo que verdadeiramente transborda saúde, de dentro para fora.

Sugestão: Evolve Champô Superfood Shine Shampoo e Amaciador Superfood Shine Conditioner

6 - SÉRUM

Os séruns foram criados enquanto concentrado de ingredientes, com uma fórmula líquida e de alta absorção que oferece à pele os ingredientes necessários para cumprir um determinado objetivo – seja reduzir manchas, hidratar ou equilibrar os níveis de óleos. Mas, mais uma vez, mesmo os séruns mais caros no mercado estão repletos de ingredientes baratos que servem para nos fazer sentir, ilusoriamente, que surtem efeito positivo. Entre os mais comuns está o silicone, cuja função é preencher as irregularidades e os poros para que a pele aparente ter uma textura sedosa e macia. Porém, o silicone é totalmente ineficaz enquanto tratamento e não traz qualquer benefício, nem a curto nem a longo prazo.

Sugestões: 

Mais postagens